Sobre

LX Dance – Escola de Dança e Bailado de Lisboa, fundada pela professora, coreógrafa e bailarina Fátima Veloso e com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa através da associação de Moradores do Bairro da Cruz Vermelha, cujo principal objectivo é formar bailarinos, mas também promover formação em dança a vários tipos de público.

Centrada na excelência, no rigor técnico e na metodologia, a LX Dance alia o trabalho dos bailarinos amadores com a alta performance dos bailarinos profissionais.

A LX Dance tem uma forte componente solidária, uma vez que aceita crianças e jovens que tenham talento para a prática da arte, oriundas de classes desfavorecidas e integrando-as nas suas classes pagantes.

Com várias ofertas educativas no panorama da dança, a LX Dance, oferece: jazz, ballet clássico, moderno e contemporâneo, flamenco, sevilhanas, barra–no-chão e musical.

A escola, assenta o seu trabalho numa vertente mais musical, uma vez que a sua directora e precursora Fátima Veloso, trabalhou sempre com musicais como Evita, Oklahoma, Hairspray, West Side Story, entre outros.

A LX Dance tem como principal grupo o “Dança connosco”.


Missão

Numa sociedade cada vez mais exigente sob todos os domínios, a LX Dance pretende que todos os seus praticantes, sejam eles crianças, jovens ou adultos, tenham acesso escrupuloso a toda uma linguagem da dança que vai para além da componente artística, terapêutica, ocupacional ou profissional, promovendo esta como uma forma de linguagem, onde as emoções e a técnica são elevadas ao âmago de quem a pratica e sente, sendo ensinada e estimulada, independentemente da idade, do sexo e do estatuto social.

A LX Dance foi criada para servir toda uma sociedade e uma cultura de forma acessível, sem preconceitos e sem elitismos.


Valores

Aceitar e promover cada aluno como um potencial ilimitado, respeitando toda a sua natureza física, psicomotora, intelectual, cultural e religiosa.


Quem é a Fátima Veloso?

Fátima Veloso é bailarina, professora e coreógrafa, com carteira profissional passada pelo Sindicato da Artes e Espectáculos desde os seus dezoito anos.

É Licenciada em Dança, pela Faculdade de Motricidade Humana.

Iniciou o seu percurso desde tenra idade (11 anos), no melhor grupo de dança do concelho de Sintra, Dança & Dança, onde ganhou inúmeros prémios em várias categorias.

Fez ainda a sua formação na Escola de Dança Rui Horta, Companhia de Dança de Lisboa.

Participou em vários cursos de dança, quer no Ginásio Clube Português, quer no Centro Cultural de Belém onde recebeu aulas pela Companhia Nacional de Bailado.

Foi bailarina de Filipe Lá Féria, no programa para a RTP, “Todos ao Palco”, tendo trabalhado igualmente para outros programas e canais televisivos.

Foi a responsável pela implementação das Cheersleaders em Portugal, no desporto em geral e no futebol em particular: fê-lo ao serviço da Selecção Nacional de Futebol, (Federação Portuguesa de Futebol), Taça de Portugal (Sporting Clube de Portugal – Futebol Clube do Porto) e mais tarde estender-se-ia a outros desportos e a spots publicitários.

Trabalhou no Sport Lisboa e Benfica como professora, coreógrafa, bailarina de dança e ballet clássico durante quinze anos, onde realizou o primeiro musical feito em Portugal: nomeadamente Evita. Outros se seguiram; Oklahoma, Oliver, Hairspray, West Side Story, Fantasma da Ópera e muitos outros.

Foi várias vezes convidada a fazer carreira internacional em países como, USA (Broadway), França, Inglaterra, Brasil e Espanha, mas optou por ficar em Portugal, por considerar que era mais importante desenvolver a dança no seu país.

A LX Dance, surge na sequência dum trabalho único no campo do musical, onde a coreógrafa e bailarina, conjuga o trabalho dos aprendizes de dança ao trabalho desenvolvido por bailarinos profissionais, transformando os seus espectáculos em verdadeiros sucessos com salas esgotadas.

O seu trabalho é reconhecido por recorrer com frequência, a uma linguagem simples, acessível e altamente emotiva da dança, com coreografias inéditas, onde se destacam a qualidade e os pormenores técnicos.

Trabalha com a professora Irina Stoupina, mestre de ballet de Escola de Saint Petersburg – Escola Vaganova, desde 2001 onde tem assimilado os seus métodos técnicos e pedagógicos, quer como bailarina, quer como professora.


Dança Connosco

O Dança Connosco é o principal grupo de dança da LX Dance, nasceu em 1992 no clube recreativo Desportos e Juventude de Mira-Sintra, pela mão da sua professora e coreógrafa Fátima Veloso, que na altura tinha dezoito anos.

Quatro anos depois, é convidada para iniciar um grupo de dança no Sport Lisboa e Benfica e é neste momento que o leva consigo para Lisboa e assim inicia um período de grandes exibições.

O primeiro grande espectáculo é feito no Teatro Municipal Maria Matos (1997) onde leva a Palco “A Dança em Portugal – O Musical de Evita” com um grupo de bailarinos profissionais que à época, foi considerado o melhor grupo exibido em televisão.

A dança amadora e o brilho da dança profissional, fazem sonhar Fátima Veloso, levando-a para uma realidade capaz de satisfazer altas exigências e mexer com as emoções, é deste sonho que surge o primeiro espectáculo de muitos que se seguiriam: Danças Soltas, (2000) Teatro Maria Municipal Maria Matos; “99 anos e muita Dança” (2003), Fórum Lisboa em homenagem ao Sport Lisboa e Benfica; 100 anos Sempre a Dançar (2004), No Centro Cultural Olga de Cadaval em comemoração do centésimo aniversário do Sport Lisboa e Benfica; “A Dança no Hospital” (2005), comemoração do 65º do Hospital de Santa Maria; Um Excerto do Musical Oklahoma (2006), Teatro Aberto; “ É a dançar que nos entendemos…”, (2007) Auditório Fernando Lopes Graça; “Dançar o Natal” (2007) Instituto Piaget de Almada; “Don`t Stop Dancing” baseado no musical Hairspray (2009), Teatro Tivoli; All that Musical! (2012), Teatro Municipal Maria Matos, LX Dance, Musical da Disney (2015)

Em vinte e dois anos de existência, muitas foram as actuações nos mais variados recintos, desde o velhinho Estádio da Luz, ao Casino do Estoril.

Pelo grupo, passaram centenas de jovens bailarinos e actores, alguns dos quais, que conjugando uma grande componente técnica, metodológica, afectiva e profissional, conseguiram atingir patamares mais elevados, cumprindo assim o principal objectivo do grupo; apresentar um trabalho digno de respeito.